LIVRO - LUGAR CHEIO DE RÃS



Compre aqui

Conflito amoroso, suspense e contexto histórico se misturam a esta história de amor ambientada nos anos 70, em plena ditadura militar brasileira. A juventude da filha Dominique, desperta em André, um executivo bem-sucedido, sentimentos que ele julgava esquecidos, mostrando que as fronteiras da memória são tênues e marcantes. Sem medo, André embarca numa viagem rumo ao passado e desembarca no México, onde o destino seria seu guia.

Sinopse

André é presidente de uma multinacional em São Paulo. De origem humilde, ele jamais deixou que o luxo e a sofisticação de sua vida presente o fizessem esquecer as dificuldades do passado. Ele descobriu o significado do amor incondicional quando nasceu sua filha Dominique. A garota, aos 15 anos, é uma adolescente charmosa e travessa que adora danceterias e escrever diários.

Os pais a educam para ter liberdade num Brasil governado pela ditadura e num mundo dividido pela Guerra Fria. As inconciliáveis ideologias entre capitalistas e comunistas rondam a vida do executivo. Ele é órfão de mãe e tem um único irmão, e seu pai criou os dois filhos sozinho. Na juventude, André conheceu Matheus, um jovem de família rica que o ajudou e é seu melhor amigo, e um dos poucos que sabem de sua história de amor com uma jovem russa chamada Sofie. Um romance que abalou sua relação com o pai.

André costuma se desabafar com Matheus sobre as sombras do seu passado que o impedem de se sentir plenamente realizado com suas conquistas pessoais e profissionais do presente. Um dia, por meio de uma carta, ele começa a desembaraçar o novelo de sua vida. Movido pela esperança de encontrar respostas que ficaram suspensas no tempo, André embarca numa aventura com sua família para o México. A viagem mudará não só a vida de sua filha Dominique, que acredita em príncipe encantado, como revelará o quanto o destino pode interferir em nossos sonhos.

O cavalo branco arreado passa uma vez só na vida, dizia a mãe de um dos funcionários de André. Será mesmo?

Instagram